O sistema nervoso em 3D

Assim é o de um peixe-zebra

O sistema nervoso em 3D
Podem instituir sonhos
Os circuitos do medo
Neurônios em uma árvore
O ritmo, uma questão neural
O primeiro mapa completo em três dimensões das conexões das células nervosas de um peixe-zebra. É o trabalho realizado por uma equipe de pesquisadores da Universidade alemã de Frigurgo, que publica os detalhes em um artigo da revista Nature Communications.
Os cientistas, liderados por Wolfgang Driever, da Faculdade de Biologia desta Universidade, criaram o primeiro mapa completo de todos os axônios que utilizam a dopamina como mensageiro de um vertebrado, em particular o peixe-zebra, que utilizaram como organismo modelo.
O mapa identifica todas as possibilidades de projeção, o chamado “proyectoma” de todas as células nervosas de uma classe de mensageiros no sistema nervoso, um avanço de grande importância para a medicina, asseguram. Para isso se baseia na combinação de genética seletiva de marcação das células nervosas individuais com o uso de um microscópio de alta resolução.
O novo mapa revela informações importantes sobre o possível funcionamento do cérebro. Por exemplo, ilustra formas de conexão entre as regiões distantes do cérebro de maneiras nunca antes imaginadas. Estes neurônios podem estar envolvidos, por exemplo, em provocar mudanças fundamentais sob os efeitos do estresse.
Os cientistas explicam que o cérebro seria como uma cidade que ainda não conhecemos bem o curso de suas ruas. No caso dos vertebrados, só tem um conhecimento fragmentado das células nervosas que enviam sinais para suas conexões, os axônios, em certas regiões do cérebro. Um desses grupos é formado por células nervosas que utilizam a dopamina como um mensageiro para controlar muitos tipos de comportamento. Estes neurónios morrem por exemplo, os afectados pela doença de Parkinson, por que ter um conhecimento pleno das mesmas é fundamental.

About the Author