O que é importante saber sobre a Política Nacional de Educação Especial

A Política Nacional de Educação Especial, ou PNEE, é um documento criado pelo Governo Federal que tem o objetivo de reforçar os sistemas de ensino e garantir o atendimento aos estudantes com alguma deficiência, transtorno do espectro autista e aqueles com altas habilidades ou superdotação.

A PNEE e baseada nos seguintes princípios:

  • A educação como direito e para todos em um Sistema Educacional Inclusivo.
  • O aprendizado ao longo da vida
  • O ambiente escolar acolhedor e inclusivo
  • O desenvolvimento pleno das potencialidades do estudante
  • A acessibilidade plena ao estudante
  • A responsabilização e a participação da família no processo escolar
  • O bilinguismo na Educação de surdos usuários da Libras
  • A especificidade da Educação Escolar Indígena como direito à diferença, à promoção da diversidade étnica, cultural e linguística dos povos indígenas
  • A valorização da diversidade cultural, da especificidade étnico-racial e educacional das comunidades quilombolas como direito e instrumento de promoção humana

 

É importante também ressaltar que a PNEE estabelece as seguintes diretrizes nacionais para a educação especial orientadoras para:

  • Sistemas de ensino:
  • Escolas de educação básica.
  • Instituições de ensino superior
  • Formação de educadores.
  • Identificação dos estudantes para oferta de serviços e recursos de Educação Especial:
  • Integração família-escola.
  • Planejamento individual na escola.
  • Resultados da aprendizagem.
  • Responsabilização do Estado, da Família e da Sociedade para a educação.
  • Intersetorialidade e atuação local em rede.
  • Avaliação e Monitoramento da Política.
  • Pesquisas e inovações na área educacional

 

Por fim, o documento é em detahado e estabelece tudo o que precisa ser feito para aprimorar o atendimento e aprendizado dos alunos com deficiência, transtorno do espectro autista e aqueles com altas habilidades ou superdotação. E se você tem interesse nessa área e pretende atuar nessa área, precisa antes se formar em uma faculdade de educação especial.

 

Tudo sobre o Curso de Educação Especial

Como já falamos, se o seu sonho é trabalhar na área de educação especial, precisa antes de uma formação específica, em Educação Especial.

A boa notícia é que você pode fazer esse curso a distância, e conciliar os esudos com o trabalho ou outros cursos que deseje fazer.

A graduação em educação especial ead se tata de um curso de licenciatura, com quatro anos de duração. Uma informação importante que você deve levar em consideração ao escolher um curso a distância é que o diploma do curso de licenciatura EAD em Educação Especial tem o mesmo valor do presencial, o documento é igual nas duas modalidades! A informação de que o aluno optou pela versão a distância ou presencial não é mencionada.

Os conteúdos estudados durante o curso de educação especial a distância preparam o profissinal para oferecer aos alunos com alguma deficiência o ensino com a melhor qualidade, auxiliando no desenvolvimento desses estudantes.

Entre as disciplinas estudadas durante o curso estão: História da Educação, Libras, Psicologia da Educação, Políticas Educaionais e Organização da Educação Básica, Fundamentos da Educação Especial e Inclusiva, Metodologia do Ensino da Educação Especial, Psicomotricidade no Contexto Escolar, Fundamentos da Educação Especial e Inclusiva, Práticas de Leitura e Escrita de Alunos com Deficiência Intelectual, Transtornos Globais de Desenvolvimento e Altas Habilidades, Transtorno do Espectro Autista, Deficiência Intelectual, Física e Psicomotora, entre diversas outras que vão formar um professor capacitado a atender com excelência os alunos com necessidades especiais.

Por fim, será necessário fazer um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), Atividades Complementares (que podem ser realizadas já a partir do primeiro período), Atividades Integradoras, Atividades Formativas e o Estágio Supervisionado que servirá para relacionar os conteúdos estudados com a prática da futura carreira.

Vale ressaltar que, caso você já tenha se formado em algum curso de licenciatura, existe também a possibilidade de fazer uma segunda licenciatura em educação especial. Dessa forma, algumas disciplinas já cursadas podem ser aproveitadas e você conquista um novo diploma em menos tempo.

Por fim, agora que você conhece um pouco sobre a Política Nacional de Educação Especial e sobre o curso de licenciatura em educação especial, já pode se matricular e dar o primeiro passo em direção aos seus sonhos. Mas antes, verifique se a instituição de ensino é credenciada junto ao Ministério da Educação. Apenas com esse credenciamento em dia seu diploma será válido e aceito no marcado de trabalho após a formatura.

About the Author